quarta-feira, 6 de maio de 2009

O rapaz mais triste do mundo


É diferente. Uma vontade tímida de tomar o mundo na mão, de querer ser o que se é sem temer, de olhar a coisa mais simples e se emocionar com a sua beleza. Dar um sorriso aquela pessoa que passa com ar precisado, estender a mão a alguém que tropeça. Mas não. Palavras de quase amor eram trocadas. Coitado daquele rapaz. Escreveu num bilhete em letras garrafais e garranchadas: "Só queria que ela sentisse quando pensasse nela, tão com força, que vaze pro físico e chegue a doer. Respiro bem fundo por 4 segundos e tento desenhar aquele rosto no preto dos meus olhos fechados. Mão na mão, não dizendo nada. Sua luz irradia a minha e juntas podem formar uma que irradie dessa vez o mundo!".
Eu o via de longe, escrever em papeis e logo após amassá-los e jogá-los no lixo com uma cara de mais triste do mundo. Quando se levantou, foi andando pela rua com um andar de mais triste do mundo e eu não resisti. Fui lá e revirei o lixeiro. Enfiei tudo na bolsa e vim.
Hoje o encontrei num ônibus da cidade. Sentava com postura de mais triste do mundo. Sozinho. Sentei na sua frente e me dei de contemplar aquela criatura. O peito extravasado. Talvez a criatura mais triste do mundo. Olhava o chão, a janela, o teto do ônibus. Mas nunca pra mim.
Há muito tempo atrás. Hoje eu não reconheceria seu rosto. Mas seu olhar de mais triste do mundo sim. Li o rapaz mais triste do mundo. Era lindo!

L. Fontes
Escutando o Monólogo de Orfeu com a voz bêbadazinha do meu amado Vinícius. Êxtase!


P.s.: Ah!, vale ressaltar que o post passado foi do c..! Amei as várias opiniões, foi uma troca muito válida. Não vou continuar com a discussão porque sei que passaríamos toda uma vida e esse assunto ainda ia dar pano pra manga. Enfim.. Mas quem quiser ainda comentá-lo, sinta-se a vontade, é um laboratório contínuo, quem dirá eterno! Haha

23 comentários:

Manuela disse...

Como é misterioso esse rapaz ;)

Vitor Andrade disse...

Como é lindo esse rapaz.
É um dom ver beleza na tristeza...
"Qualquer coisa de triste
Qualquer coisa que chore!"
E transformar a tristeza e a dor em arte, e ser contemplada, e arrancar um sorriso, imaginando o suspiro dela, ao dizer que é o homem mais lindo do mundo!
Que dom menina do anel de lua e estrela!

Cássio disse...

Nem tudo é 100% tristeza ou alegria...sempr eé possível ver um pouco de alegria num mar de tristezas e vie-versa...

belo post =]


beijo

aparec lá

Salve Jorge disse...

Ao rapaz mais triste do mundo
Tão lido
De tão sofrido
Fecundo
Afinal um poema oriundo
De um peito ferido
Pela vontade não feita
Sempre deleita
Quem espreita
Essas nuances do vivido...

Marina disse...

Adorei essa parte:

"Só queria que ela sentisse quando pensasse nela, tão com força, que vaze pro físico e chegue a doer."

Já senti isso. É frustrante e doeu. Mas não nele, infelizmente.

Lindo texto. É seu? Beijos!

Marina disse...

Ah! É que como você disse que o post passado era de outra pessoa, fiquei em dúvida. Muito lindo o texto!

Beijos!

pEnSo. E iSsO NÃO é SeNtiMeNto disse...

Seria tristeza/
Quando ele ri sobre a lágrima?
Seria o quê/
Quando ele busca sentir doer/
Deduzindo assim estar amando?
Ou simplesmente viver seja sentir...
E felicidade fosse/
Quando a dor de conseguir finalmente
Lufadas do ar mais rarefeito
Queimando o peito ao entrar/
Sem se contentar
Sem pleno contentamento/
E portanto célere...
Ou grande fosse o amor que procura/
Para que célere
Fosse simplesmente o tempo da vida/
Tornando-se pouco para tal amor/
E doesse por qualquer das saídas
Como não fosse dor
Só o jeito de sentir a vida...

' Josi Keller disse...

Oii
Brigada por ter dado uma passadinha la ..
Volte sempre
Valeuu
Beijaoo

.

Marina disse...

Mentira que eu não percebi isso! Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!! Gente, eu devia estar meio lesa quando li o "do c...!". Repara não, acontece de vez em quando, principalmente de manhã.

Thiago Assis disse...

Gentileza é uma poderosíssima moeda de troca, mas praticá-la sem esperar nada de retorno é essencial para uma convivencia pacifica em sociedade.

o rapaz mais triste do mundo para o narrador, para ele, mas talvez (eu diria "com certeza") haja sofrimentos muito mais doloridos do que o de uma rejeição amorosa...


www.thiagogaru.blogspot.com

Thiago disse...

o rapaz mais triste do mundo morreu hoje ;)

Vinny disse...

"Li o rapaz mais triste do mundo. Era lindo."

Muito lindo sua história, provocante. Parabéns.

Flora disse...

Gostei de novo!
Li duas vezes.

Filipe Aguiar disse...

Senti meus sentimentos sendo transcritos! O_O

Hahaha! Por várias vezes me sinto como esse rapaz, ou melhor, um pouco melhor que ele, mas sempre entre os mais tristes...

Parabéns pelo blog!

Fabio Machado disse...

Na primeira leitura, senti a tristeza do rapaz mais triste do mundo, mas na segunda, quem se mostrou foi a alegria que ele provocou, indelével, indefectível e imutável.

É assim que sigo, entornando colheres de alegria e tristeza na felicidade que me enche e transborda do meu espírito.

Bruna disse...

a tristeza as vezes pode ser bela =)
amei o texto!

disse...

é triste o texto, mas bonito também!

Larissa disse...

Lindo texto. Gostei de verdade.
-
Li na sua descrição de si mesma, que você é jornalista. E este ano farei vestibular para jornalismo. Já me encantei com a coincidência. Além da do nome, obviamente.
Voltarei mais vezes.

Cinema Macadâmia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cinema Macadâmia disse...

Todo mundo senti quando alguem pensa em você. Isso se chama energia.

Ricardo Rodrigues disse...

esse cara era eu ateh o ano passado...

Tamires . disse...

Flor!
Desculpa a demora em voltar, mas meu PC não estava colaborando muito, mais uma vez.

Fui te lendo e deu de pegar no colo o rapaz mais triste do mundo. Eu conheço um assim, que insiste em por essa lente por cima da vida. Eu sei que ele tem "ma vontade tímida de tomar o mundo na mão, de querer ser o que se é sem temer, de olhar a coisa mais simples e se emocionar com a sua beleza". Basta agora, tirar as lentes e sorrir pra vida.

Liiindo, Lare!

Beijos aos montes n'ocê.

E ah, eu conheço muitaas obras de Vinicius, curto bastante. Porém como Nos ponteiros foi um dos primeiros textos, recorri ao mais conhecido que era o Soneto de Fidelidade. Obrigada viu???
Bjos!

leirbagnavi disse...

como disses: o rapaz mais triste do mundo talvez fosse o mais triste do mundo. Talvez.