sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Palavra nunca lida


Amor! Palavra nunca lida,
Mistério para a imaginação.
Amor? Palavra nunca dita.
Resposta? Ou mais uma questão?

Amor! Palavra que não se cala
Ainda que muitas vezes em vão.
Amor? O que você entende?
Lá no fundo do coração.

Amor! Penso que sim (pode ser)
Mas, muitas vezes, penso em vão
Amor? Difícil é tentar (só entender)
Sem cair no clichê (ah! isso não...)

Amor que vem sem que se queira
Duvida-se que seja tão violento
E nega-se se o medo tenta
Amor, quando se traduzirá? (Penso...)

Mistério da terra, da água, do fogo e do ar,
Transcende a razão - afinal é puro sentimento.
Ah! Hum! Sentir não por sentir (mas transfigurar)
Amor. Acima e além: quinto elemento.



Poema feito à quatro mãos, parceria com o querido Guilherme Ramos. Começamos a escrevê-lo em Março de 2009 e não nos lembramos quando foi concluído. A proposta/desafio era fazer um poema sobre o amor em si, o sentimento, não sobre seu efeito nas pessoas, como é tão comum, sobretudo nas músicas.
Que venham muitas parcerias, ainda, Gui!

17 comentários:

Vitor Andrade disse...

quando eu li seu comentário, fiquei feliz, sobretudo, pq sabia que tinha alguma coisa lindo aqui, do lado de dentro!
isso aqui ta cada vez mais lindo, e feito a quatro mãos, melhor ainda!
precisamos fazem mais um, em larieta?
saudade dos nosso papos, e das nossas madrugadas onlines, nada vazias!

contatos imediatos disse...

"Sentir não por sentir (mas transfigurar)"

Coisas lindas de se ler... também, o que mais esperar d eum encontro tão rico? Inspiração e pérolas aos povos!

Um abraço!
Apolinário Jr.

Natacia Araújo disse...

Amor tecido em cada poro poético.
Lindo demais!

Jaya disse...

A-m-o-r.

Não comento, porque os versos se bastam.

Amanda O. disse...

Eu não sei nem o que dizer...

Joyce Carolini. disse...

Oi Larissa.

Belo poema!


Beijos moça!

Vinny disse...

Amor, um sentimento funcamental para se viver bem [nem que seja somente o amor próprio].

Belo poema.

Luna disse...

o amor não pede liçensa.

é um intruso.
e sempre cai no clichê.


- linkei você.

um beijo flor.

Cadinho RoCo disse...

O amor é sempre lindo.
Cadinho RoCo

Eu, Thiago Assis disse...

A vida tem mais questionamentos do que respostas, acho que o amor vai sempre ser uma incógnita.

Mas quem disse que só de respostas se constrói a felicidade?

:)


www.euthiagoassis.blogspot.com

Moreira disse...

Definição para o que não tem definição, no entanto a mais bela!

Luiz Siqueira disse...

quando falarmos a famosa frase - amor, o que dizer do amor? - ta ai uma boa resposta parabéns

Salve Jorge disse...

Amar
Mistério?
Ou seria despautério
Há quem diga ser certo cemitério
MAs nunca hei de concordar
Pois certo que é mar
A ir e voltar
Onde pode-se fazer império
Mas onde muito hão de naufragar
Ah, mar
Mar danado
QUe se há tanto mar
Como resistir ao chamado?

ariane disse...

"Amor. Acima e além: quinto elemento."

Não vou negar,esse final tocou muito.

Rafael disse...

Essa palavra nunca foi lida por ninguém:
Patigavilenquecriplodrizencâcerfunde.

Mayana Carvalho disse...

o amor é tão inexplicável que sim, se torna dificil dizê-lo sem clichês..
ameei ;*

Cristiano Contreiras disse...

agora vejo.

só poderia estudar mesmo jornalismo e ser admiradora da cultura!

sou também, ambas as coisas!

abraço e seu blog é magnifico!