domingo, 30 de novembro de 2008

Cidade das flores


Não deixe de sorrir ao olhar pro lado e ver somente flores
num lilás beirando o azul e um amarelo fraquinho
Não deixe de enxergar a magia em tudo que há
e em qualquer instante
pois ela está, sempre estará.
Não deixe conter o encanto ao ver tantas luzes
e seus reflexos em toda parte,
pois mesmo que ainda não seja natal,
a expectativa dele traz o significado da palavra luz
em seus sentidos mais bonitos e poéticos.
Não deixe de querer ficar pra sempre nesse lugar
onde a temporada das flores se dá até no inverno
e tudo pode ser feito delas
de paredes extensas até arvores de natal.
Não deixe de se encolher num aconchego de si próprio
ao sentir o arrepio que o frio de uma brisa constante provoca.
Não deixe de se emocionar.
E mais uma vez, repito:
Não deixe de ver a magia em tudo que existe,
Não deixe de enxergar a magia em todo instante.
Porque pode-se viver dela.
É só acreditar.
Esse é o segredo.

Larissa Fontes

2 comentários:

Iza disse...

Que as flores daí, continuem lhe inspirando lindas palavras.
Bju cheio de amor

gabriel disse...

sou, de fato, um fã deste escrito.